Mostrar ou Esconder o Menu
Artigos

Vence a diversidade: encerramos 2022 e damos as boas-vindas a 2023

Em carta aberta, a nossa fundadora e CEO, Ana Fontes, faz uma recapitulação dos momentos mais importantes do ano

Publicado em 6 de janeiro de 2023

Desde que fundei a Rede Mulher Empreendedora, jamais imaginaria o tanto que poderíamos impactar mulheres e suas famílias. Em 12 anos de existência, já chegamos a mais de 10,5 milhões de mulheres impactadas, direta e indiretamente. Repassamos quase 40 milhões de reais em geração de renda, micro doações, que chamamos de capital semente somente entre 2020 e 2022.

Nosso propósito é apoiar as mulheres com foco em geração de renda, através do empreendedorismo e empregabilidade

Entre as conquistas que gosto de lembrar e destacar estão:

  • Mais de 4,5 milhões de reais em dinheiro repassados para mulheres;
  • 300 mil mulheres em todo país impactadas por quase 900 cursos, palestras, mentorias e formações;
  • Saímos nas páginas amarelas da Veja SP, falando que empreendedorismo não tem nada de glamour e sim de muita ralação
  • Lançamento do meu primeiro livro, em março, com dicas, histórias e muita informação sobre as mulheres que empreendem no Brasil. O livro Negócios: Um Assunto de Mulheres pode ser adquirido no site da Amazon;
  • Em abril, organizamos, a pedido do Itamaraty, um encontro da Diretora Geral da OMC Dra. Ngozi Okonjo-Iweala (e foi potente demais!);
  • Recebemos, em junho, mais uma doação do Google.org, de 10 milhões de reais para dar sequência ao programa ELA PODE. Graças a ele, nos próximos 3 anos, vamos chegar a mais de 250 mil mulheres impactadas só por este programa;
  • Em setembro, estivemos na sede da ONU, em Nova York, a convite do Pacto Global e falamos sobre a importância da geração de renda para mulheres como ferramenta de combate a violência e desigualdades. Fomos aplaudidos de pé!;
  • Também estivemos em Berlim, na Semana da Unidas e na Conferência “Shaping Feminist Foreign Policy”, onde o governo alemão reuniu lideranças femininas do mundo inteiro para dialogar sobre os avanços e desafios para as mulheres em sociedade;
  • Divulgamos a 7ª edição da Pesquisa Anual IRME e, dessa vez, perguntamos às mulheres o que elas queriam ver de políticas públicas dos governos que assumem agora;
  • Liberamos o nosso famoso Mapa do Ecossistema de Apoio, em novembro, chegando em sua 8ª edição e que não para de crescer;
  • Em novembro fomos capa da revista Forbes Brasil, em uma edição especial sobre diversidade e inclusão. Foi um momento único, de reconhecimento da importância do nosso trabalho;
  • Fomos reconhecidos mais uma vez com o selo de direitos humanos pelo projeto Ela Segura, em parceria com a Fundación MAPFRE, e pelo nosso RME Conecta;
  • Fomos reconhecidos no Prêmio 100 Melhores ONGs 2022 pelo trabalho do Instituto RME; 
  • Em dezembro fui a Genebra, falar sobre geração de renda para combater o racismo, a violência contra as mulheres, especialmente mulheres negra, e que são a maioria nos nossos programas, a convite do Pacto Global da ONU.

Agradecemos a todos e todas que caminharam conosco nesta jornada! Sem vocês aliados, apoiadores, voluntarias, colaboradores e todos que fazem parte deste grande ecossistema de apoio as mulheres, nada disso seria possível.

Eu, os times RME e Instituto RME, esperamos que este ano de 2023 seja um ano de muito trabalho e conquistas, para podermos dar mais passos a caminho de uma sociedade mais justa e mais inclusiva para todas as pessoas.

ARTIGO ESCRITO POR

https://rme.net.br/wp-content/uploads/2022/01/hey-1-1-150x150.png

É empreendedora social e Fundadora da RME e Instituto RME. Empreendedora do Ano pela IstoÉ Dinheiro. Delegada Líder BR W20/G20, Eleita uma das 20 mais poderosas do Brasil pela Forbes BR 2019/Top Voices Linkedin 2020.

Ana Fontes Fundadora da RME e da IRME