Atualizado em: 19/05/2020 Às 10h

Devido aos desdobramentos da crise causada pelo Coronavírus, a Rede Mulher Empreendedora vai reunir e trazer para você, empreendedora, as últimas notícias e como elas podem alterar a sua realidade e de seus negócios.

Saiba como ajudar quem precisa

INFORMAÇÕES

19 de maio

A primeira vacina contra o coronavírus testada em humanos obteve bons resultados em gerar resposta imunológica, afirmou a farmacêutica americana Moderna. Oito pessoas que receberam doses da vacina produziram anticorpos que, em laboratório, impediram a replicação do vírus. A empresa já tem sinal verde para a segunda fase de testes com 600 voluntários e pretende ampliar a amostragem para milhares de pessoas em julho.
Saiba mais

19 de maio

Covas troca rodízio radical pelo normal e pede antecipação de feriados para ‘parar’ cidade frente ao coronavírus
Leia mais

14 de maio

Diversos itens registraram aumento nas buscas durante o isolamento social. O Google Trends chegou a registrar 142% mais buscas por pijamas no começo de maio em relação à média do ano. Aspirador e quebra-cabeça também tiveram um aumento de mais de 50% no interesse. Leia mais em

14 de maio

Após pouco mais de duas semanas oficialmente no ar, o aplicativo lançado pelo governo de São Paulo para ensino online durante a pandemia foi acessado por menos de metade dos alunos da rede estadual. Dos 3,5 milhões de estudantes do sistema, apenas 1,6 milhão (47%) fizeram login na plataforma no período. A questão pode se colocar como um problema grave, dado que o estado, por ora, não prevê rever o ano letivo. A dificuldade de incluir todos os alunos em ensino remoto em tão pouco tempo é generalizada no país. Assim como outros estados, São Paulo também disponibiliza classes pela televisão e material didático impresso. Leia mais em

11 de maio

Megarrodízio de carros começa a valer nesta segunda-feira em São Paulo. Hoje, por exemplo, só podem circular carros com placas final ímpar. Restrição vale para o dia todo. Leia mais










8 de maio

O presidente Jair Bolsonaro levou empresários ao Supremo Tribunal Federal para defender a reabertura econômica do país. O grupo caminhou até a Corte e foi recebido pelo presidente do STF, Dias Toffoli, que se incomodou com a visita surpresa — e transmitida ao vivo nas redes sociais de Bolsonaro. Ministros do Supremo consideraram a marcha “inadequada” e uma tentativa de constranger o tribunal. Depois da reunião, Bolsonaro ampliou a lista de atividades consideradas essenciais para incluir a construção civil, a indústria e os setores químico, petroquímico e de gás natural. Saiba mais em

7 de maio

O lockdown, medida mais severa contra o novo coronavírus, já é realidade no Brasil. Moradores de São Luís e outras três cidades do Maranhão amanheceram hoje sob a restrição máxima à circulação de pessoas, por ordem da Justiça. Belém e outros nove municípios do Pará ficarão sob confinamento total entre quarta-feira e o dia 17 de maio. Já Fortaleza vai adotar o lockdown a partir de sexta-feira. A medida também é estudada pelo governo do Rio. Leia mais em

5 de maio

Doria decreta obrigatoriedade do uso de máscaras a partir de 7 de maio em SP. Governador disse que item deverá ser usado em deslocamentos; regulamentação sobre punições será feita por prefeituras. Leia mais em

04 de maio

A crise causada pelo coronavírus, que já compromete a renda e o poder de compra das famílias brasileiras, pode tirar até R$ 500 bilhões dos bolsos dos brasileiros neste ano. A retração vai levar à redução da demanda e da produção em diversos setores, minando a força da recuperação no pós-pandemia.
Leia mais em


29 de abril

Empregos de 5 milhões de trabalhadores formais são afetados após pandemia. Mais de 1 milhão ficaram aptos a receber seguro-desemprego; outros 4 milhões tiveram contrato suspenso ou salário reduzido.
Leia mais



23 de abril

O governo voltou atrás e não vai mais antecipar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 aos trabalhadores informais, conforme tinha anunciado a Caixa Econômica Federal. O repasse estava previsto para começar hoje. O novo cronograma só será anunciado em maio. Mais informações

22 de abril

O estado de São Paulo, o mais atingido pela epidemia no Brasil, deve anunciar hoje um plano de reabertura gradual para atividades econômicas paralisadas na quarentena. As medidas vão depender da situação em cada cidade e só poderão ser adotadas a partir de 11 de maio. Leia mais


20 de abril

Confira um guia com dicas para os estabelecimentos de serviços essenciais que estão funcionando na quarentena. Além de reforçar a higiene, é preciso divulgar medidas para conquistar a confiança dos clientes. Leia mais em

17 de abril

Depois dos idosos, a campanha de vacinação no Rio contra H1N1 e gripe comum foi ampliada para caminhoneiros, portadores de doenças crônicas e outras grupos incluídos entre o público-alvo.
Saiba mais em




17 de abril

Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira a proposta que amplia a renda emergencial de R$ 600 para várias categorias profissionais e abre novas opções para trabalhadores informais. O texto inclui o pagamento para mães adolescentes – antes era preciso ter ao menos 18 anos – e inclui os pais solteiros, que como as mães chefes de família, receberão R$ 1.200.
Mais informações no link

15 de abril

A Netflix anunciou a doação de R$ 5 milhões para ajudar trabalhadores do setor audiovisual brasileiro que foram afetados pela quarentena do novo coronavírus. O valor faz parte de um fundo criado pela plataforma, junto com o ICAB (Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros). A ideia é beneficiar até 5.000 pessoas com depósito único no valor do salário mínimo, R$ 1.045. A doação da plataforma faz parte do fundo US$ 100 milhões (cerca de R$ 505 milhões), anunciado no dia 20 de março, para ajudar pessoas do setor prejudicadas pela pandemia em vários países como o Brasil, que, segundo a plataforma, “é onde a Netflix tem uma grande base de produção”.
Saiba mais em

07 de abril

A partir das 9h de hoje (7), de 15 milhões a 20 milhões de trabalhadores informais não inscritos em programas sociais poderão baixar o aplicativo da Caixa Econômica Federal que permitirá o cadastramento para receberem a renda básica emergencial (RBE). O auxílio – de R$ 600 ou de R$ 1,2 mil para mães solteiras – será pago por pelo menos três meses para compensar a perda de renda decorrente da pandemia de coronavírus.
Mais informações

02 de abril

O presidente Jair Bolsonaro sancionou com vetos, ontem, dia 1, a lei que estabelece a Renda Básica Emergencial de R$ 600 mensais, por três meses. O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, anunciou a sanção em rede social. Mas a medida ainda não foi publicada no “Diário Oficial da União”. A publicação é necessária para oficializar o auxílio e permitir que o benefício seja concedido.
Confira mais em

31 de março

Senado aprovou ontem, dia 30, o auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais, que tem por objetivo reduzir os impactos econômicos da pandemia do coronavírus. O benefício vai durar três meses, mas para começar a valer, é preciso a sanção do presidente Jair Bolsonaro. Leia mais.

27 de março

A Câmara dos Deputados aprovou ontem um projeto que destina R$ 600 a toda pessoa que comprovar não ter renda, por pelo menos três meses. Mães que comandam sozinhas famílias podem receber duas cotas, totalizando R$ 1.200. Ainda será preciso aprovação no Senado. Nas previsões do governo, o benefício irá atingir 24 milhões de pessoas. A campanha Renda Básica que Queremos, que conta com o apoio de inúmeras empresas e economistas, avalia que pelo menos 77 milhões de brasileiros precisarão de uma ajuda assim.
Acesse o link para mais informações

26 de março

Depois de terem várias regras flexibilizadas pelo governo e receberem o desbloqueio de R$ 68 bilhões em seus caixas pelo Banco Central, os principais bancos do país já anunciam medidas para facilitar o crédito aos seus clientes nos próximos meses. A intenção é amenizar a quase encomendada dificuldade financeira por que várias famílias e empresas devem passar enquanto o país se tranca para se proteger do avanço da epidemia de coronavírus.
Além de alterações nos horários de funcionamento das agências e fortalecimentos de canais digitais, os cinco principais bancos do país – Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú Unibanco e Santander – já confirmaram medidas de prorrogação de dívidas a seus clientes. São pessoas e empresas que não serão considerados inadimplentes caso façam isso, o que as livra dos processos de negativação do nome a que, em outras situações, esse atraso poderia levar. Mais informações no link a seguir

25 de março

Diante da dificuldade para reunir dados e preencher o formulário para declarar Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, defendeu hoje a prorrogação do prazo de entrega da declaração por 90 dias. O prazo original é de 30 de abril. 
Mais informações aqui

20 de março

Logo após depois de passar pela Câmara dos Deputados, um pedido do governo para decretar calamidade pública foi avaliado e aprovado pelo Senado. O decreto dispensa o governo de atingir a meta fiscal prevista para o ano e permite que se gaste mais do que o previsto para desafogar milhões de pessoas e amenizar a crise causada pelo Coronavírus.
São previstas várias ações, entre elas alteração da cobrança do Simples Nacional, voucher mensal de R$ 200,00 para pessoas trabalhadores de baixa renda que sejam informais, autônomos e desempregados que não recebem nenhum outro benefício, como seguro-desemprego e Bolsa Família. Ambas ações ainda não estão valendo.
Confira mais informações aqui

Direitos das empreendedoras em situação de calamidade pública

Sabemos que você, assim como outras milhões de mulheres que têm negócios, algumas delas sustentam suas famílias com essa renda, não estavam esperando essa avalanche causada por um vírus, o COVID-19. Nem a gente. 
O Senado avaliou um pedido do governo e decretou hoje estado de calamidade pública. A solicitação já passou pela Câmara dos Deputados e foi aprovada, o que torna possível executar a Lei de Responsabilidade Fiscal, que dispensa o governo de atingir a meta fiscal prevista para o ano em caso de calamidade pública. Assim, o uso de recursos da União para desafogar milhões de pessoas e amenizar a crise causada pelo Coronavírus será facilitado.
Para ver os seus direito CLIQUE AQUI

19 de maio

Até cinco mil empresas devem pedir recuperação judicial no país em 2020 em meio à forte queda da atividade econômica. Setores que mais sofreram até agora com a pandemia do novo coronavírus devem ser afetados em particular, como a aviação civil e o turismo, afirmam especialistas. Saiba mais em




19 de maio

O consumo das famílias, responsável por cerca de dois terços do PIB, despencou 6,5% em março de acordo com o Monitor do PIB, indicador do Ibre. A queda do PIB no mês, comparado a fevereiro, foi de 5,3%. Leia mais

14 de maio

A equipe econômica já avalia, nos bastidores, prorrogar para além dos três meses o pagamento de auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais. Cada mês a mais do benefício custaria cerca de R$ 40 bilhões. Leia mais em

11 de maio

Cinco países europeus iniciam hoje reaberturas parciais após longos períodos de quarentena. Outros 23 adotaram medidas semelhantes recentemente. A Europa conseguiu uma redução de 70% nas mortes por covid-19, enquanto, no Brasil, os números cresceram 270%. Saiba mais











7 de maio

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou nesta quinta-feira a restrição da circulação de veículos na capital paulista a partir da próxima segunda, como forma de reforçar o isolamento social como medida preventiva da Covid-19. A nova regra permitirá que apenas metade dos carros circulem pela cidade, inclusive em feriados e em fins de semana.
Saiba mais em





7 de maio

O governo do Rio deixará para os prefeitos a decisão de adotar o lockdown, medida mais rígida contra a pandemia, nos municípios do estado. O governador Wilson Witzel afirmou que a Polícia Militar e a Polícia Civil poderão atuar na fiscalização dos bloqueios.
Mais informações em








5 de maio

O governador do Rio, Wilson Witzel, está analisando proposta de “lockdown”, a restrição máxima aos serviços, feita por comitê científico. Leia mais em

04 de maio

O 99 Food, serviço de entrega de refeições do grupo chinês Didi, dono do app de mobilidade 99, deve chegar a 12 novas cidades do Brasil ao longo deste mês de maio. Atualmente presente apenas em Belo Horizonte, Curitiba e Divinópolis, o serviço chegará a cidades como São José dos Campos, Santos, Salvador, Fortaleza, Niterói e Acaraju ao longo dos próximos dias.
Mais informações

28 de abril

O ventilador pulmonar emergencial criado por um grupo de engenheiros da USP para ser usado durante a pandemia do coronavírus passou por testes técnicos e foi aprovado. Ele agora será enviado para a Anvisa, que precisa aprovar também. O respirador pode ser fabricado em apenas duas horas e tem o custo 15 vezes menor que os aparelhos comerciais mais baratos.
Leia mais

22 de abril

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de inquérito para investigar a organização de atos contra a democracia, atendendo a pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras. O magistrado considerou os fatos como “gravíssimos”: no último domingo, manifestantes pediram o fechamento do Congresso e da própria Corte.
Leia mais

20 de abril

Ocorrências de violência doméstica saltam 20% em SP na quarentena. Dado tem base em 7.933 chamadas à PM de 20 de março a 13 de abril. Confira aqui uma live feita pelo Instituto RME sobre o tema.Leia mais em

16 de abril

O Supremo Tribunal Federal decidiu ontem por unamidade que governadores e prefeitos têm autonomia para tomar medidas de combate ao novo coronavírus, como determinar isolamento social, fechar comércio e definir atividades essenciais durante a pandemia. A sessão foi realizada em teleconferência.
Mais informações em:


16 de abril

Google lança fundo emergencial para veículos de jornalismo com cobertura regional e local, que sofrem com redução generalizada de publicidade por conta da crise do coronavírus.
Mais informações

14 de abril

A Caixa anunciou, nesta segunda-feira (13), o calendário para saques em espécie do auxílio emergencial de R$ 600 a R$ 1.200 para trabalhadores autônomos, informais e microempreendedores individuais (MEIs) que perderam renda na crise do coronavírus. Os pagamentos já estão em andamento, mas só digitalmente, ainda sem a possibilidade de saque. As retiradas do valor em espécie começam no dia 27 de abril e seguem até 5 de maio para a primeira parcela do auxílio de quem está recebendo pela poupança digital gratuita da Caixa. Essa conta será aberta de forma automática para aqueles que não forneceram dados bancários.
Mais informações aqui

02 de abril

O prazo de entrega do Imposto de Renda, que estava definido para o dia 30 de abril, foi adiado para o dia 30 de junho. Confira mais em

02 de abril

O Ministério da Economia reuniu em uma página as medidas de apoio ao setor produtivo.
Acesse o link para ver todas as medidas até agora


30 de março

O governo anunciou no dia 27 R$40 bi para financiar salário do trabalhador de pequenas e médias empresas. A linha de crédito emergencial para pequenas e médias empresas que vai ajudá-las a pagar o salário dos funcionários por dois meses. O financiamento estará disponível para empresas com faturamento entre R$360 mil e R$10 milhões por ano. O dinheiro será exclusivo para folha de pagamento e vai financiar no máximo dois salários mínimos por trabalhador. A empresa terá 6 meses de carência e 36 meses para pagar o empréstimo. As empresas que contratarem essa linha de crédito não poderão demitir funcionários por dois meses e a operação será feita em parceria com BNDES e bancos privados.
Mais informações no link

26 de março

Entre as iniciativas para minimizar os impactos da crise causada pelo coronavírus está uma linha de crédito emergencial para as micro e pequenas empresas – MPEs. A linha é uma iniciativa da Comissão Econômica do Governo do Estado de São Paulo e os créditos serão liberados por meio do Banco do Povo e Desenvolve SP – O Banco do Empreendedor. De acordo com o Governo Estadual, os R$ 500 milhões a serem disponibilizados com crédito emergencial incluem ainda um pacote especial para as empresas dos setores de Turismo, Viagens, Economia Criativa e Comércio. Veja as condições no link

26 de março

Alguns setores já receberam medidas de suporte: segundo Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), a cobrança de aluguel dos lojistas será adiada para o fim da crise; Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) tenta negociar alternativas junto aos governos federal, estadual e municipal; a associação também está conversando com os aplicativos de entrega para que eles reduzam a taxa que cobram dos restaurantes pelo uso da plataforma;
Empresas como Apponte.me, Hybank, Consolide Registro de Marcas, Sucellos, Stone, iFood e Banco do Brasil estão oferecendo seus serviços, mentorias, acesso a crédito de forma gratuita ou com valores diferenciados. Aproveite!Acesse o link e confira mais informações

25 de março

Diante da dificuldade para reunir dados e preencher o formulário para declarar Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, defendeu hoje a prorrogação do prazo de entrega da declaração por 90 dias. O prazo original é de 30 de abril. 
Mais informações aqui

Orientações básicas para as empresas

O impacto da pandemia do coronavírus extrapola os danos à saúde da população, trazendo consequências diversas para toda sociedade. Trata-se de situação inesperada e imprevisível, de modo que qualquer orientação jurídica apresentada parte de princípios vigentes, norteando-se pelo bom senso e razoabilidade.  Neste cenário as EMPRESAS devem ficar atentas aos cuidados e ciente de algumas poucas alternativas que tem para minimizar os esperados prejuízos, contando conosco na busca de opções para dirimir os problemas.
Para ver as orientações básicas CLIQUE AQUI 

RECOMENDAÇÕES

Devido a crise causada pelo Coronavírus, a Rede Mulher Empreendedora reunir as principais duvidas das empreendedora e criou FAQ para orientar as empreendedoras nesse momento, CLIQUE AQUI e para ter acesso ao faq.

  • A RME está lançando o projeto de Mentoria Express RME com o objetivo conectar mentoras e empreendedoras para auxiliá-las a superarem desafios específicos nos negócios, é uma mentoria gratuita pontual. Não há restrições para participação, todas as mulheres empreendedoras podem participar! É super simples, você envia sua dúvida pelo formulário e buscaremos uma mentora que tenha maior potencial para ajudar com sua dúvida. Saiba mais
  • O iFood anunciou nesta sexta-feira (08) a abertura de curso online e gratuito, cujo objetivo é ensinar estratégias necessárias para que os restaurantes enfrentem o período de crise gerado pela pandemia da COVID-19. Saiba mais



  • Aproveite o tempo para planejar estratégias para que seu negócio não pare e foque na retenção de clientes e colaboradores. Este guia da Agência de Bolso tem um bom resumo de ações que você pode tomar neste momento, também dicas do que não fazer. Acesse saiba mais! 

  • Pensando na necessidade de oferecermos para a população um canal de apoio psicológico, a Vittude criou um programa de atendimento com valores sociais! A ideia é que os psicólogos possam apoiar a população nesse momento de isolamento social e angústia causada pelo Coronavírus! https://www.diariodaquarentena.com/sozinhos-nunca/


  • Diante do avanço do Covid-19 no Brasil, o movimento voluntário UniãoSP reuniu organizações do terceiro setor, o Governo do Estado de São Paulo e Prefeituras para fortalecer o combate ao vírus e suas consequências direcionando recursos privados, de maneira coordenada, para as comunidades mais vulneráveis aos efeitos da pandemia. Uma das primeiras ações do UniãoSP, o Fundo Emergencial de Apoio à População Ameaçada pelo COVID-19 vai captar recursos privados, comprar e distribuir produtos, de acordo com a demanda do momento da pandemia. Saiba mais em
  • Um movimento para ajudar manicures durante a pandemia. O movimento Beleza de Mãos Dadas nasceu para ajudar as manicures autônomas com uma renda mínima para conseguirem passar por essa crise. Com sua ajuda, buscamos arrecadar 1 milhão de reais para ajudar 2 mil manicures. Saiba mais

  •  A Trilha Empreendedora conta com conteúdos exclusivos e gratuitos disponíveis para smartphone, tablet e computador. São mais de 60 videoaulas que abordam temas importantes para o dia a dia das empreendedoras, como negociação, finanças, vendas e muito mais! O melhor conteúdo sem sair de casa. Acesse:  https://trilhaempreendedora.rme.net.br/ .

  • A Caixa e o SEBRAE assinaram um acordo para facilitar o acesso dos empreendedores a financiamento de capital de giro: uma linha especial de R$ 7,5 bilhões disponibilizada pelo banco e garantida pelo Sebrae por meio do Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (FAMPE), que potencializa o acesso aos pequenos negócios a uma linha de capital de giro. Saiba Mais
  • A YCL anunciou que vai manter a realização do Curso YCL Brasil deste primeiro semestre, no formato totalmente online. Já utilizam este formato para jovens de fora de São Paulo, e atividades presenciais serão realizadas assim que possível. Também reduziram os preços e estão captando para aumentar o número de bolsas oferecidas nesse momento. Inscrições abertas até 12 de abril! Para saber mais acesse: https://www.youthclimateleaders.org/cursobrasil

  • Sozinhos Nunca é projeto social que foi pensado para ajudar a população durante o período da quarentena! Sabemos que o isolamento social pode acionar gatilhos como medo, ansiedade, pânico e muito mais. Assumindo nosso papel social, a Vittude reuniu um grupo de psicólogos incríveis, dispostos a te ouvir e ajudar nesse período, por um valor acessível! Saiba mais.
  • A Cora Criou uma solução gratuita para pequenos empresários venderem serviços e produtos à seus clientes antecipadamente por meio de vouchers e ter o dinheiro de maneira imediata – sem nenhum custo envolvido. Saiba mais
  • A Magazine Luiza reuniu em um só lugar as principais Principais Medidas Emergenciais Anunciadas pelo governo para ajudar os empreendedores a passa pela pandemia. Para saber mais
  • Os especialistas da área de TAX da KPMG no Brasil estão se colocando à disposição para apoiar os micro e pequenos empresários (com faturamento anual até R$ 40 milhões) no esclarecimento de dúvidas e demais aspectos relacionados à impostos, questões trabalhistas e fiscais que permeiam este período tão particular. Note que não se trata de uma consultoria e sim de uma ajuda gratuita que a empresa está oferecendo aos empreendedores, categoria que reflete uma parcela substancial da nossa economia. Acesse a página dedicada a essa iniciativa e saiba como a KPMG no Brasil pode te auxiliar.