/>

Dia de Doar: como ajudar mulheres a melhorarem seus futuros

Em uma iniciativa, lançada em 2013, para estimular o Brasil a se tornar um país mais solidário, promovendo a conexão entre pessoas através de causas, o Dia de Doar ocorrerá em 2021 no dia 30 de novembro. Entre as diversas causas contempladas, a venda dos livros “Guerreiras Invisíveis”, “A Idade da Liberdade” e “Você é Incrível” reverte valores significativos doados para o Instituto Rede Mulher Empreendedora.

 

Partindo do movimento “Quem #VaiComGosto, faz acontecer”, a Gomes da Costa decidiu homenagear as mulheres que correram atrás de seus objetivos, mesmo durante o período de quarentena e dividiu a campanha de divulgação em três para contar as histórias de Juliana Ramos, que montou uma food bike para vender seus doces e salgados, Wanessa Kelen, professora que deu aula ensinando como complementar a renda ao abrir o Empada da Nega, e Siliane Silva, que, após perder o emprego de gerente em um restaurante que fechou, começou a vender quentinhas.

 

E como forma de eternizar essas histórias, em uma parceria com a Editora MOL, foi lançado o livro “Guerreiras Invisíveis” que contém seis histórias de mulheres que, antes do lançamento do livro, não eram conhecidas. Todas elas, claro, acompanhadas de deliciosas receitas. E como incentivo para que cada pessoa que comprar o livro continue a escrever histórias de mulheres incríveis, o último capítulo foi deixado totalmente em branco. 

 

Além do lançamento digital, o livro ganhou versão física e tem 20% dos lucros doados para o Instituto RME, que também dá voz as mulheres invisíveis espalhadas pelo Brasil, através de campanhas, capacitações e eventos que sempre buscam melhorar a vida dessas mulheres e facilitar o caminho até a equidade social.

 

Além disso, os livros “A Idade da Liberdade”, uma parceria da farmacêutica Libbs com  Editora Mol, que conta histórias de mulheres que decidiram fazer da menopausa um período de renovações e realização de seus próprios sonhos, e “Você é Incrível”, uma parceria loja Pandora e editora Mol, que traz mensagens de empoderamento em cartões destacáveis que inspiram força  alegria. Ambos os livros também revertem 20% dos lucros para o IRME.

 

Quer apoiar o Instituto Rede Mulher Empreendedora e outras instituições através da compra desses e outros livros? Então acesse a loja Leiturinha e compre um exemplar. Se você deseja doar diretamente para o IRME, acesse doare.org/irme e contribua para projetos como a Campanha Juntas contra a Fome e o programa Potência Feminina continuem beneficiando mulheres brasileiras.

 

O IRME também recebe uma doação muito especial do corpo voluntariado dos projetos por ele comandados. As voluntárias, que se dividem entre mentoras, multiplicadoras e outras nomenclaturas, doam seu tempo e conhecimento para ser possível mudar a vida das mulheres que se inscrevem nos programas do Instituto. A estas centenas de mulheres, resta demonstrar o mais genuíno agradecimento.

 

Para saber sobre os programas e capacitações oferecidas pelo IRME, nos acompanhe pelas redes sociais.

 

Karina Souza Quenis é jornalista. Seu Trabalho de Conclusão de Curso foi uma pesquisa crítica acerca do olhar que a grande mídia tem sobre corpos femininos negros e as narrativas sobre eles construídas. Apaixonada por conhecimento e curiosa para entender mais sobre o mundo, segue estudando sobre comportamento, colorismo e mídia

s;