Em comemoração ao aniversário da cidade sede da RME, temos um presente para você!

Quer empreender? Veja onde encontrar conteúdo de qualidade para começar

 

A pandemia, que deixou centenas de milhares de pessoas sem empregos fixos, fez a taxa de novos negócios no Brasil e no mundo subir. Falamos de dois motivos principais para começar a empreender: necessidade e oportunidade. A primeira opção prevaleceu desde o início do isolamento social aqui no Brasil. 

Em São Paulo, mais especificamente, havia 3 milhões de Microempreendedores Individuais (MEIs) em novembro do ano passado, marca 20,8% a mais que o mesmo período de 2019, quando o registro era de 2.488.837 empreendedores.

A metrópole, que é um reconhecido centro empresarial, foi também pioneira na aplicação de vacinas. A tendência é que a economia volte aos poucos aos trilhos e beneficie pessoas que buscam empregos, assim como empreendedores.

Falando de forma geral, o Brasil como um todo, apareceu na principal pesquisa sobre empreendedorismo feminino do mundo, o GEM (Global Entrepreneurship Monitor) em sétimo lugar com mais mulheres empreendedoras, em uma lista de 49 países. São muitas pessoas com o mesmo sonho: dar certo. 

Oportunidades que você não pode deixar de aproveitar

  1. Se você precisa sair na frente da concorrência, a educação deve ser a sua base. Nada melhor do que aprender com quem já passou por toda essa jornada e que hoje encontrou a tão sonhada estabilidade. A primeira etapa do projeto Potência Feminina, feito pelo Instituto RME em parceria com o Google, é composta por cursos online e abertos a todas as mulheres interessadas em abrir ou desenvolver seus negócios e/ou conquistar um emprego. Caso tenha interesse nas temáticas relacionadas a empreendedorismo, empregabilidade e tecnologia, é só se cadastrar na nossa plataforma de forma gratuita.

  2. Quer também uma base para cuidar bem do dinheiro que vai entrar? Então acesse a Trilha Empreendedora | Educação Financeira, que reúne três especialistas no tema para te ajudar. O conteúdo totalmente gratuito está dividido em 10 episódios super curtos e dinâmicos para que você não perca tempo. Acesse aqui.

  3. Um outro conteúdo que está imperdível e foi feito também após o início da pandemia (situações específicas exigem soluções específicas) é a websérie Apoio uma Empreendedora. São 18 episódios também curtos e dinâmicos que abordam redes sociais, inovação, acesso a crédito, contratos, gestão, meios de pagamento, logística, entre outros assuntos. Assista aqui.

  4. E se você é uma empresária com seu negócio já consolidado, mas quer crescer exponencialmente, também temos conteúdos para você. A série Acelere Seu Negócio tem esse poder de te colocar em um foguete cheio de possibilidades para que você melhore em todas as áreas, com a ajuda de ferramentas e metodologias já testadas, aprovadas e difundidas por todo mundo. Veja aqui.

  5. Para se manter nessa área, entender as tendências sem medo, te damos o conselho de se informar sobre empreendedorismo feminino. O estudo anual “As empreendedoras e seus Negócios”, de 2020, realizado pelo Instituto RME, por exemplo, destacou as principais mudanças e adequações nos negócios femininos durante a pandemia. Acesse a pesquisa completa aqui e se prepare.
s;