Confira como foi a live sobre gestão de crise com Ana Fontes e a especialista Junia Nogueira de Sá

O que é crise? Segundo Junia Nogueira de Sá, especialista em gestão empresarial, concepção, planejamento e implantação de programas de relacionamento institucional (public affairs e relações governamentais), comunicação com stakeholders e compliance, gerenciamento de riscos e crises, construção de imagem e no gerenciamento de reputação e a integração da comunicação estratégica em estruturas complexas (corporações e multinacionais), é um grande problema, mas crises têm ciclos: elas começam, se   aprofundam, melhoram e acabam passando.

 

 

No fim da tarde de ontem, terça-feira (23), Junia conversou com Ana Fontes e com mais de 150 empreendedoras de diversos lugares do Brasil e do mundo ao vivo sobre o momento que estamos todas vivendo e deu dicas para passar por isso de uma forma mais positiva.  

 

 

Confira abaixo os insights e as dicas dadas por ela:

 

 

Temos que saber que quando entramos numa crise, já começamos perdendo. É preciso enxergar além do problema e não ficar mergulhado nele.

 

 

Saia do modo “Onde foi que eu errei?” Saiba que você não errou em lugar nenhum. Essa crise pegou todo mundo. E qual é o lado bom disso? Como todos estão vivendo, todos entendem o seu problema. É diferente de uma crise que é só sua ou do seu negócio e você tem que explicar o que aconteceu e quem não está vivendo a mesma coisa, não entende. 

 

 

Comece pedindo ajuda pra quem está em volta: clientes, colaboradores, fornecedores, outros profissionais do seu ramo, família e amigos.

 

 

O seu modo de pensar durante a crise, é totalmente diferente de como você age em situações normais. O que você pensava e fazia antes disso tem que ser repensado e revisto, porque não irá funcionar. Pense nesse problema dividido em fases. Hoje está difícil, mas quando tudo voltar a andar normalmente, como estará o seu negócio?

 

 

Pense no que as pessoas irão precisar no pós-crise. O seu negócio irá atende as demandas e as necessidades que as pessoas terão no pós-crise? Por exemplo, serviços de limpeza, produtos de limpeza, crianças precisarão de reforço escolar, entre outras opções.

 

 

Se for interessante, pense em sub-negócios dentro do seu negócio. Pode ser algo temporário para entrar receita rapidamente. Adapte seu serviços, produtos e condições. As grandes empresas agem dessa forma e veem oportunidades durante a crise e no pós-crise.

 

 

Use esse momento para pensar, mas não pensar somente nas notícias ruins, no cenário pessimista e em crise.

 

 

Faça o exercício de colocar no papel três momentos: o ONTEM, o HOJE e o AMANHÃ.

 

 

No hoje pense o que é possível fazer agora? Por exemplo, cortar custos, entrar em contato com clientes, negociar com fornecedores, melhorar a sua reputação e a sua marca, aprimorar redes sociais, etc. E, se for necessário, faça dívidas.

 

 

No ontem pare um momento e pense sobre a situação do seu negócio, o que você fez pouco, de forma indevida ou errado. Não é para se culpar, martirizar ou se arrepender. É um momento de tomar nota sobre lições que a crise te deu e fazer mudanças e correções.

 

 

Anote os aprendizados e mande como recado para você do amanhã. E lembre-se: se você passar pela crise sem aprender nada, você só sofreu!

 

 

No amanhã pense em como vai reerguer o seu negócio? Liste todas as suas ações e planeje o que fazer para cada uma delas. Cada pessoa está em uma situação, então talvez na sua lista de ações esteja fazer receita imediata, ou recuperar base de clientes, ou rever precificação e margem, ou seu modelo de negócio.

 

 

Você só vai sair da crise se planejando

 

 

Use seu tempo pensando na sua empresa e nesses três momentos, ontem, hoje e amanhã. Com otimismo, planejamento, junte-se a outras pessoas de forma positiva. As  grandes empresas grandes fazem análise da crise uma vez por dia, não desperdice seu tempo com informações que irão tirar a sua energia e foco.

 

 

Não se gerencia crise com uma cabeça no negativo. Quando estamos abatidos, o nosso tempo de reação é maior. E quando a crise começar a passar, será uma corrida de obstáculos. Quem estiver preparado, sairá na frente e irá se recuperar antes.

 

 

Três dicas:

 

 

1) Use o que você tem. Todos temos recursos, que podem ser familiares, amigos, intelectual, experiência, financeiros, grupos como o Empreendedoras, que foi criado pela RME. Liste os seus recursos e veja como cada um pode te apoiar. Às vezes achamos que não temos o suficiente, porque não olhamos para o que temos. 

 

 

2) Divida o que puder. Dividir  cria uma sintonia que não estamos sozinha. Faça um telefonema para amigos e família, converse com outras pessoas, dívida conhecimento e até mesmo o que você tem na sua despensa. E peça o que você está precisando, inclusive dinheiro. Você vai ganhar dinheiro quando tudo isso passar, e conseguirá pagar.

 

 

3) Seja transparente com os seus funcionários. Coloque o seu time junto. O plano deve ser comum a todos. Escute a sua equipe também, quem está no dia a dia do negócio pode apresentar grandes ideias.

s;