/>

ERROS QUE PODEM MATAR SUA EMPRESA

*Por Eugenia Miranda

 

O Erro está contido no comportamento humano, até porque ele é a premissa do asserto, vale o dito popular – “Só erra quem faz”.

 

No Oriente, o erro é visto como uma oportunidade de melhoria, trazendo grande ações de ajustes de estratégias, sistemas, processos, produtos e comportamentos. Já no Ocidente, o erro tem caráter culposo que arrastam punições, muitas delas severas.

 

Já os erros recorrentes, esses sim, podem matar qualquer empresa. Todo erro após identificado, se não traz mudança, traz convivência e permissividade, até sua perpetuação, mesmo os que resultaram numa punição, inclusive com o afastamento do provedor do erro, se as lideranças não adequarem o sistema, outros poderão cometer o mesmo erro.

 

Entretanto, há erros que podem matar sua empresa a conta-gotas. Erros tão impregnados na raiz humana que tornam-se invisíveis aos olhos, por exemplo:

 

  • Achar que a visão do dono é a visão dos seus funcionários – Tenha consciência que o sonho de ter essa empresa, é seu, e não dos seus funcionários. Eles estão na sua empresa para realizar seus próprios sonhos, descubra quais são e estimule-os a alcança-los através da sua produtividade e empenho.
  • Achar que você é tão bom tecnicamente que consegue viver sem conhecimentos  sobre gestão – Ledo engano acreditar que apenas conhecimento técnico garante bons resultados da empresa, na verdade um bom técnico até conquista algum resultado, mas, muito inferior a quem tem técnica e gestão.
  • Gerir pela orientação dos “olheiros” e não por controles e análise de desempenho – Há empresários que se acostumaram a decidir pelas informações dos seus eleitos. Pessoas de sua confiança que lhes mantém informados sobre os “bastidores” e esquecem de implantar e monitorar por controles eficazes.
  • Não dar exemplo, por achar que é dono e pode fazer o que quiser – Vivemos num verdadeiro Big Brother e todas as atenções estão para empresários e líderes, por isso, cuide dos seus comportamentos, para que eles sinalizem boas práticas e conduz toda empresa para os objetivos e metas desejados.
  • Achar que criar uma empresa humanizada é tratar todos como família – Por mais romântico que seja o tema humanização, muitas vezes ele é confundido, e o que era para ser uma empresa, torna-se uma “grande família” e por que não dizer “uma grande bagunça”. Cuide dos seus funcionários, do ambiente que eles trabalham, do relacionamento interpessoal, estimule-os a serem corresponsáveis com os resultados, isso sim é tratamento humanizado.

 

Agora, comece a prestar atenção nos seus comportamentos para errar menos e lucrar mais!

 

*Business Coach e Consultora em Gestão empresarial e comercial. Palestrante motivacional e comportamental  na qualificação de equipes de vendas e atendimento ao cliente

 

 

s;