Cinco dicas para montar um currículo campeão, segundo a Revelo

O currículo profissional é a primeira apresentação que um candidato faz sobre si para um recrutador, e representa a principal fonte de informações para uma pré-análise de seu perfil em um processo seletivo.

No fim das contas, um CV preenchido de forma adequada é decisivo para que um profissional avance nas etapas de um recrutamento.

Confira abaixo cinco dicas para montar um currículo campeão, segundo a plataforma de recrutamento digital Revelo.

Crie um currículo eficiente

É importante salientar seus objetivos profissionais de forma assertiva, selecionando também quais são suas qualificações que mais podem interessar ao recrutador e quais das suas experiências anteriores podem contribuir com novas oportunidades. Ao comentar sobre seu objetivo, cite metas alcançáveis e que tenham relação com o tipo de empresa para a qual você deseja trabalhar.

Qualificações e contribuições

Este é o seu momento de brilhar! Descreva de forma sucinta e clara quais são suas principais qualificações profissionais e suas aptidões para assumir a oportunidade. Descreva formação acadêmica, quais cursos fez em ordem cronológica dos mais atuais para os mais antigos – isso demonstra uma preocupação em sempre se manter atualizado. Faça também uma lista de empresas para as quais já trabalhou, descrevendo os cargos ocupados e as principais atribuições. Mas atenção ao excesso: cite apenas as qualificações e contribuições que ajudem o recrutador a entender que você é um profissional com a experiência necessária para a oportunidade. Boa parte do perfil procurado está descrito na vaga, então vale ficar de olho nisso!

Seja verdadeiro

Distorcer dados é a pior coisa que você pode fazer. Aumentar os anos de experiência, aumentar informações sobre sua qualificação ou até mesmo mentir sobre as empresas onde já trabalhou são, infelizmente, erros comuns dos candidatos. Um levantamento feito pela DNA Outplacement descobriu que 75% dos currículos enviados a recrutadores no Brasil em 2018 continham informações distorcidas. As práticas mais recorrentes de inflar o currículo são, segundo a pesquisa: o valor do salário atual ou recebido no último emprego (48%) e a fluência no inglês (41%). Seja verdadeiro com a empresa e consigo mesmo. É muito fácil descobrir esse tipo de mentira, e as práticas de checagem de currículos têm se tornado cada vez mais frequentes.

Exclua as informações desnecessárias

Evite preencher o currículo com dados pouco relevantes, como estado civil, se você tem filhos ou não, religião ou pretensão salarial. Nunca coloque foto no currículo.

Procure por canais diferenciados de recrutamento

Depois de montar um currículo eficiente, com informações enxutas e corretas sobre sua qualificação, procure por canais de recrutamento pelos quais faça sentido você enviar suas candidaturas. Mas, além disso, preocupe-se também em publicar e disponibilizar seu CV em locais que facilitem que as empresas o encontrem, como a Revelo, por exemplo. A startup tem o seu próprio banco de talentos e indica com precisão os perfis que mais se encaixam no que a companhia contratante procura.

s;