/>

Empreendedor rima com dor. E com aprendizado

*Por Alice Salvo Sosnowski

 

Somos luz e sombra. Na vida e no trabalho. E no empreendedorismo não poderia ser diferente. Impossível dissociar: empreendedor rima com DOR. A própria palavra já evidencia isso. Por trás do “glamour” do empreendedorismo tem muito suor, esforço e superação.

 

Quer seja um negócio grande ou pequeno, o empreendedor enfrenta intermináveis desafios diariamente. Quando tudo está indo bem com o fluxo de caixa, surge um problema com o sócio. A gestão de pessoas pode estar fluindo, mas sempre tem uma crise que abala a confiança na equipe.

 

Vida de empreendedor não é nada fácil. A diferença é a forma como cada um encara os desafios. Um grande amiga, empresária de renome, costuma dizer que os empreendedores almejam o céu, mas não querem morrer. O que ela quer dizer com isso? Simples: a dor faz parte da jornada. Acostume-se e aprenda a lidar com ela!

 

Para facilitar esse processo, deixo aqui algumas dicas que aprendi na minha própria vivência empreendedora. Nada é mais é valoroso do que usar a experiência como guia de aprendizado para saber viver no presente e planejar o futuro.

 

Antes de tudo, é preciso aceitar a dor. Ela não precisa ser negada, pelo contrário, deve ser compreendida. É uma febre alta que aponta a necessidade de aprender algo, encarar as sombras e partir para a transformação.

 

Outra dica importante é que a dor não precisa ser vivenciada de forma solitária. Um problema pode ser compartilhado com outros empreendedores que vivem as mesmas dores. Saber que o empreendedor ao lado também sofre com os desafios pode estimular a troca de conhecimento e cooperação. Quando passamos pelos mesmos problemas, estamos mais abertos a receber e dar conselhos e podemos escutar, acolher e ajudar a transformar os desafios em oportunidades de crescimento.

 

Por fim, a dor ensina. E no empreendedorismo ela atua no limite entre o sucesso e o fracasso. Posso dizer que essa é uma ferramenta poderosa de desenvolvimento pessoal, profissional e um aprendizado prático que supera qualquer teoria. No entanto, é preciso estar atento e aberto para aprender as lições que as dores do empreendedorismo nos traz. Você está?

 

*Alice Salvo Sosnowski, fundadora d´O Pulo do Gato Empreendedor é jornalista, autora do livro Empreendedorismo para Leigos, professora de empreendedorismo e mentora de empreendedores e startups com mais de 12 anos de atuação.

s;