Biografias Colaborativas: histórias de vida de mulheres empreendedoras que vivem em comunidades de São Paulo

A NBS SoMa lançou recentemente, em parceria com a Sanofi, o projeto Biografias Colaborativas. A iniciativa, patrocinada pela empresa via Lei Rouanet, transformou as histórias de cinco empreendedoras da periferia de São Paulo em livros, dando voz à mulheres que são consideradas modelos por suas trajetórias e inspirando outros membros das comunidades.

 

A coletânea reúne o acarajé de Teomila Veloso Santos, baiana que consolidou seu negócio em Paraisópolis, a alimentação orgânica da conterrânea Elizandra Cerqueira, dona do Café e Bistrô Mãos de Maria, o estilo de Vanessa Vieira, que comanda um brechó no Capão Redondo, e as comunicadoras Renata Santos, idealizadora da Quebrada Produções, e Rúbia Mara, que comanda a agência de comunicação Evidência Paralella, em Cidade Tiradentes.

 

“Contar a minha história é importante para que outras pessoas possam conhecer os bastidores e não desistir dos seus negócios. Todos conhecem o show, o produto final, mas poucos conhecem os bastidores e, quando passam a conhecer, valorizam muito mais. Não tenho noção de quantas mulheres vou inspirar, mas sei que serão muitas”, comemora Teomila.

 

Para Renata, participar do projeto foi um divisor de águas: “Já participei de outros projetos, mas nunca foi assim. Eu não imaginava que a minha história pudesse ajudar outras pessoas e estou tendo a dimensão, o tamanho real, apenas hoje”, conta.

 

Como as trajetórias de cada uma continuam sendo escritas todos os dias, os leitores serão surpreendidos com o último capítulo em branco. Toda a renda obtida com as vendas dos exemplares será destinada às empreendedoras biografadas, para que elas possam direcioná-la aos seus negócios e, assim, continuar escrevendo suas histórias de sucesso. Ao fim do projeto, estes capítulos serão escritos e lançados online.

 

Durante a noite de autógrafos, os exemplares disponíveis na Livraria da Vila, do Shopping JK Iguatemi, se esgotaram em pouco tempo. O evento contou ainda com a presença especial de Luiza Trajano, grande nome do empresariado feminino brasileiro, que escreveu os prefácios dos cinco livros.

 

Além da produção dos livros, a iniciativa também promoveu o desenvolvimento dessas empreendedoras por meio de treinamentos e workshops em parceria com o Sebrae. A ideia é ajudar a cada uma delas a construir um plano de crescimento empresarial para seu próprio negócio.

 

A iniciativa materializa o pensamento da nbs SoMa, que tem como objetivo ser uma ponte entre as marcas e os públicos dessas comunidades, lugares com potenciais enormes, mas que nem sempre estão no radar. “Quando a gente pensa em histórias de sucesso que viraram biografias, vemos no mercado uma quantidade enorme de obras sobre homens brancos. Com o Biografias Colaborativas, quisemos contar as histórias que não são contadas, totalmente diferente da linha do que já é feito, de mulheres da periferia, para que elas possam inspirar outras como elas”, conta Aline Pimenta, diretora de marketing social da agência.

 

“A desigualdade no Brasil tem sexo, raça, CEP. Estou muito feliz de ter, por meio do livro, esse espaço. Não é só a minha história, mas dos meus amigos também e, principalmente, da minha mãe, que é a minha maior inspiração. Porque, lugar de mulher é onde ela quiser e aqui é só o começo”, comemora Vanessa.

 

O projeto Biografias Colaborativas tem o patrocínio do Ministério da Cultura e da Sanofi, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

s;