42546562_1123280347836164_9065265705049391104_o />

Quando a gente segue nosso propósito, as coisas dão certo

Por Iana Chan, fundadora da Programaria 

 

Quando Ana Fontes me convidou para ser mestre de cerimônias do Fórum Empreendedoras 2018, eu pensei: “Eu? Mestre de cerimônias? Nunca fiz isso! Será que vai dar certo?”

 

Mas aí veio um filme na minha cabeça: em 2015 participei de um Startup Weekend Women em que a Rede estava envolvida. Eu e algumas amigas estávamos desenhando a PrograMaria, uma iniciativa para empoderar mulheres com tecnologia e programação. Tinha ido ao evento para entender melhor desse universo e conhecer pessoas. Deu certo.

 

No último dia, a Mariana Macário, que então trabalhava no Google, me deu a dica de ouro: “Inscreva-se no Prêmio Mulheres Tech em Sampa, tem um recurso financeiro, mas o que não tem preço é a mentoria com Ana Fontes”. Segui a dica. Deu certo. Com o Prêmio, que me proporcionou conhecer tantas outras mulheres incríveis, fui envolvida no lindo e potente ecossistema da Rede Mulher Empreendedora. Tive a honra de participar dos Cafés da manhã empreendedor, da Virada Empreendedora, do Fórum. Fui participante, painelista, palestrante, curadora, mediadora. Só faltava ser mestre de cerimônia mesmo. Resolvi aceitar o convite porque só podia dar certo. Deu certo.

 

Tenho ressignificado a expressão “dar certo”. Quem me conhece sabe que me cobro nada menos do que perfeição, mas sigo aprendendo que essa danada não existe. “Dar certo” tem ganhado pra mim o sentido de esforço, dedicação, conexão, propósito, aprendizado e bons resultados. Nesse sentido, a experiência de ser mestre de cerimônia deu muito certo!

 

O evento Fórum Empreendedoras reuniu mais de 2500 mulheres em dois dias. Pude testemunhar a força do evento, que mobiliza tantas mulheres focadas em desenvolver seus negócios, se capacitar, discutir sobre o que é ser mulher empreendedora, e as dores e as delícias que a ocupação nos traz. Poder assistir um outro Fórum pela perspectiva de quem está no palco é incrível! Os olhares ávidos da plateia, os risos, os acenos de cabeça. É uma troca de energia muito intensa. Aprendi muito também! Durante o dia, ouvimos mulheres e homens compartilhando histórias muito diferentes, mas ao mesmo tempo havia um fio condutor muito bonito, que era justamente o tema desta edição: diversidade e inclusão.
 

Todas as histórias estavam atravessadas pela ideia de que precisamos de um mundo mais diverso, que valorize realmente as diferenças e não use isso apenas como frase de efeito.
 
Todos desejamos uma sociedade em que não haja discriminação de gênero, raça, idade, peso, classe, território ou orientação sexual… Mas para chegar lá – e tem horas que parece que em vez de haver avanço, o retrocesso dá as caras -, precisamos reconhecer a desigualdade, apontá-la, combatê-la. Por isso participar do Fórum Empreendedoras deu certo: me fez ter certeza de que compartilho essa luta com muitas mulheres e, que mais tortuoso que seja o caminho, vamos juntas e vamos em frente!

 

Obrigada, Ana Fontes e toda competentíssima equipe da Rede Mulher Empreendedora. Nós mandamos! #EuMando

 

Quem quiser assistir ao evento e às palestras e debates incríveis que tivemos, basta acessar aqui.

s;