inspiradoras />

O MUNDO DAS MULHERES INSPIRADORAS E EMPREENDEDORAS

Por Ericka Cibele, Embaixadora RME
 
Há alguns anos, falar sobre empreendedorismo feminino não era tão comum como atualmente. Neste artigo irei apresentar grandes mulheres, donas de histórias de sucesso, que nos inspiram e incentivam a empreender. Considero a melhor forma de falar sobre empreendedorismo feminino o compartilhamento de histórias de mulheres incríveis, que com sua coragem e dedicação nos passam grandes ensinamentos. Com essas inspirações, espero que mulheres que tem como objetivo serem donas do seu próprio negócio juntem a coragem necessária para realizarem seus sonhos. Sabemos que empreender é uma tarefa árdua, mas não há nada que força de vontade, capacitação e inspiração não consigam superar!
 
Lubna Abou Chahine
Mora há cinco anos e meio em Dubai, e mudou para os EAU depois que casou. Lubna esteve lá pela primeira vez em 2006, mas nem tudo foi um mar de rosas para a então garota de 23 anos com sede de desbravar o mundo.
 
Quanto maior a sua expectativa, maior foi seu choque ao se mudar para um país tão diferente do seu. Aquela brasileira cheia de sonhos, teve que enfrentar ares diferentes do que estava acostumada, com cultura, língua e costumes tão diferentes. Talvez por isso Lubna decidiu tornar-se empreendedora e realizar seu sonho. Ela criou seu canal no YouTube, no qual mostra um pouco de sua vida e dos acontecimentos da comunidade brasileira em Dubai.
 
Quebrando barreiras com um público que antes não tinha acesso, pode ajudar várias outras pessoas com a sua experiência de vida nos Emirados. Com o canal, passou a ser convidada para grandes eventos da comunidade brasileira e ampliou sua rede de contatos. Hoje, é uma mediadora entre os residentes de Dubai, organizadora de um encontro mensal entre brasileiras – que visa socializar as pessoas. O encontro ganhou o nome de “Café Brasileiro em Dubai”, além disso, ela trabalha no mercado imobiliário, auxiliando as pessoas e indicando os melhores imóveis disponíveis. Dubai já virou seu lar.
 
Fernanda Troy
Ela tem 34 anos, é brasileira, paulistana, casada e morou na Inglaterra por cinco anos. Em 2010, foi trabalhar em uma companhia aérea dos Emirados, onde passou dois anos. Com espírito empreendedor no sangue, já fazia coxinhas para vender em sua casa em Dubai, aonde começou sua empresa com o nome “I love coxinha”.
 
No começo, vendia apenas coxinhas, mas, com o sucesso inevitável, em 2012 oficializou sua empresa de salgados com o nome de Gula. Fernanda é um sucesso no ramo de salgados nos Emirados Árabes, levando o sabor da comida brasileira para o oriente médio.
 
Em 2017, começou uma linha de bolos. Hoje, ela vende duas toneladas de salgados por mês, exportando seus produtos para Arábia Saudita. Abrir uma empresa em Dubai não é fácil, mas não é impossível. A prova é este exemplo.
 
Inaye Brito
Graduada em têxtil e moda pela Universidade de São Paulo e mestre em Administração. Atualmente mora em Dubai, onde é uma empreendedora no ramo de eventos e design. Sua empresa, a ART VILLAGE foi fundada em 2015, ao lado de Julia Harumi.
 
Em uma cidade internacional, cada evento vem com seus desafios e particulares: entender e conciliar gostos e tradições de diferentes culturas e traduzi-los em momentos especiais. O sucesso na empreitada é resultado de muito trabalho e dedicação e fruto de explorar uma nova área de trabalho. Foi uma guinada na vida profissional. Inaye também é coautora do livro “Empreendedorismo Feminino, Mulher de Alto Impacto”.
 
Daniela
Casada, mãe de dois meninos, Daniela é de São Paulo, tem 39 anos e é engenheira de formação e professora de coração. Chegou em Cingapura há quase 10 anos, acompanhando seu esposo.
 
Deixou tudo para trás, emprego, carreira, amigos, família, para viver sua primeira experiência internacional. Tornou-se empreendedora, abriu sua empresa para dar aulas de português para estrangeiros e nativos que iriam a trabalho para o Brasil.
 
Com o apoio das mães brasileiras em Cingapura, ela também dá aulas para crianças e adolescentes. Hoje, ela conta com um time de quatro professores, atende crianças, adolescentes e adultos com aulas particulares e em grupo. Oferece português, inglês e reforço escolar para todas as idades.
 
Espero que esse artigo possa ter inspirado mais mulheres a serem empreendedoras, seja no Brasil, ou em qualquer parte do mundo. Quero desde já agradecer todas essas grandes mulheres que dividiram um pouco de suas histórias de vida conosco, é com muito orgulho que termino esse texto desejando muito sucesso para todas que já são empreendedoras e para as que pretendem ser.

s;