Google vai capacitar 10 mil mulheres no Brasil em 2018

google

Programa Women Will Brasil conta com curadoria da Rede Mulher Empreendedora
 
O Google lançou o programa Womenwill Brasil, em parceria com a Rede Mulher Empreendedora, que vai capacitar 10 mil mulheres em 2018. Trata-se de uma iniciativa nacional de empoderamento para mulheres em situação de vulnerabilidade social. O projeto, que conta com treinamentos presenciais e online gratuitos, já havia acontecido, como piloto, no final de 2017, em Paraisópolis e em Vila Brasilândia. Já foram realizadas 5 turmas e a previsão é de mais 9 na capital paulista e 10 na região nordeste do Brasil.
 
Os cursos têm dois dias de duração e as aulas são ministradas presencialmente no Google Campus, contando também com transmissões pelo YouTube. A grade, que contempla as ferramentas digitais do Google e temas como liderança, negociação, administração do tempo, comunicação e facilidades, foi desenvolvida pela Rede Mulher Empreendedora, com o intuito de empoderar as mulheres economicamente, seja por meio do empreendedorismo, criando suas próprias oportunidades ou por geração de empregos.
 
A abertura oficial do programa Womenwill Brasil, para a imprensa, aconteceu na última semana no Google Campus São Paulo, com jornalistas e influenciadores convidados, além das próprias participantes. Foi um momento de apresentação da iniciativa e de engajamento da mídia com a narrativa da realidade dessas mulheres e com a história do programa, que apresentou a meta de treinar 10 mil mulheres em 2018.
 
Esta edição contou com falas inspiradoras e discursos que destacaram a importância da igualdade de gênero para construir um Brasil melhor e mais forte. Susana Ayarza, diretora de marketing do Google, mostrou engajamento pessoal com o feminismo e apresentou outras versões do projeto Womenwill, que acontecem em outros países; Aline Cardoso, Secretária do Trabalho e do Empreendedorismo de São Paulo, falou sobre sua atuação em projetos sociais e como essas questões influenciam e promovem o desenvolvimento social.
 
Ana Fontes, fundadora da Rede Mulher Empreendedora, contou um pouco de sua história e destacou o papel do negócio social no desenvolvimento do programa; Regina Casé, apresentadora de TV, em sua fala destacou a realidade das mulheres em situação de vulnerabilidade no Brasil; e por fim duas participantes do projeto piloto, Ana Minuto e Maria Gal, apresentaram suas histórias e como o programa foi importante para seus negócios. Ainda foi apresentado um vídeo documentário, totalmente produzido e dirigido por mulheres, realizado no ano passado em Paraisópolis e em Vila Brasilândia, contando a realidade e um pouco da história de algumas participantes. Link para o vídeo no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=va8OC4J_hzM&t=9s
 
No fim do ano passado, aconteceu o projeto piloto e foram realizadas duas turmas com mulheres de Paraisópolis e Vila Brasilândia, o curso foi um intensivo de capacitação e treinamento para mulheres desempregadas e com pequenos negócios. Foram contempladas 100 mulheres nos oito dias, quatro para cada local, com temas semelhantes aos que serão abordados neste ano.
 
Site oficial para inscrições: https://events.withgoogle.com/womenwill-brasil/

s;