comunicação />

Quem não se comunica se trumbica!

* Por Silvana Regina Inácio, jornalista, Embaixadora da Rede Mulher Empreendedora e diretora da SI Comunicação, empresa especializada em assessoria de imprensa e produção de conteúdo

 

Sábio Chacrinha! Sua célebre assertiva frase merece ser repetida “Quem não se comunica, se trumbica”, especialmente quando o assunto é relacionamento! Afinal, não há amor à primeira vista ou atração fatal. Tem que rolar um lance, um olho no olho. É aquela velha história: quem não é visto não é lembrado.
 

Vivemos em plena era da informação. O que não significa que nos comunicamos mais, nem melhor. Se partirmos da etimologia da palavra, comunicar seria tornar comum, compartilhar. A comunicação mudou tanto nos últimos anos e para melhor! É claro, que toda evolução tem seu lado ruim, como dizem, todo bônus tem seu ônus.
 

Eu sou da época do fax e do envio de press release por correio, computadores gigantes e a palavra internet não fazia parte do nosso vocabulário e para alguns, algo que nunca seria fundamental na vida do ser humano, nos engamos e muito. Perdemos um pouco do olho, no olho, mas ganhamos muito em agilidade.
 

Estar a um clique mudou totalmente o mundo a perspectiva da comunicação e a forma de nos relacionarmos. Possibilitou-nos elaborar um plano de estratégias de comunicação e coloca-lo em ação em um curto espaço de tempo, e melhor apresentar e medir os resultados com a mesma celeridade. É claro que não se constrói uma marca ou se consolida uma ideia da noite para o dia, mas é possível medir os resultados, aferir a aceitação e fazer os ajustes necessários durante o processo.
 

No entanto, com tanta evolução na área de comunicação coorporativa, que leva em consideração o relacionamento constante com a imprensa é preciso que as empresas se atentem ao poder da informação e da comunicação. Isso parece óbvio, mas é surpreendente o quanto ela é negligenciada na vida real por algumas corporações.
 

É através da comunicação que a organização fala com seu cliente ou as marca podem se posicionar, criar sinergia e oferecer experiência ao seu cliente. São tantas ferramentas à disposição, mas é importante escolher o canal correto para se comunicar. Uma ação mal planejada pode gerar uma baita dor de cabeça e uma bela crise para administrar.
 

Nesse caso, o jargão casa de ferreiro espeto de pau, não vale a comunicação interna, também, deve ser levada em consideração. Ter uma comunicação interna eficiente e alinhada com o propósito do negócio é fundamental.
 

Os colaboradores da empresa devem ser os primeiros a receber as informações, afinal eles irão auxiliar no processo e precisam conhecer o negócio e produtos para vestir a camisa e ajudar a gerar os resultados esperados. Comunicação é alma do negócio. Não adiantar ter o melhor produto ou ideia do mundo e não contar pra ninguém!

s;